MM Editorial | Engenheiro da FPT Industrial recebe menção honrosa no Congresso SAE BRASIL 2016
11974
single,single-post,postid-11974,single-format-standard,mkd-core-1.0.3,ajax_fade,page_not_loaded,,mkd-theme-ver-1.4.1,smooth_scroll,wpb-js-composer js-comp-ver-4.7.4,vc_responsive
 
foto111

31 out Engenheiro da FPT Industrial recebe menção honrosa no Congresso SAE BRASIL 2016

• Rafael Pires, de 29 anos, participou das homologações do programa MAR-I de emissões.

 
Rafael Pires, Engenheiro da FPT Industrial de 29 anos, recebeu na última terça-feira (25/10) a menção honrosa no 7º Prêmio SAE BRASIL Jovem Engenheiro. A premiação foi um dos destaques do 25º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade, realizado no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

 

Neste ano, a sétima edição do Prêmio SAE BRASIL Jovem Engenheiro destacou 17 profissionais com até 35 anos e formados há 10 anos, que desenvolveram projetos com alto conteúdo de inovação e que contribuíram para o aprimoramento da qualidade e redução de custos.

 

Os homenageados tiveram seus perfis avaliados e aprovados pelo Comitê de Reconhecimento da SAE BRASIL, presidido pelo engenheiro Ozires Silva. Os quesitos avaliados pelo Comitê de Reconhecimento da SAE BRASIL foram soluções inovadoras (produto e processo), aprimoramento da qualidade, redução de custos e sustentabilidade.

 

O engenheiro da FPT Industrial concorreu com profissionais de empresas como Embraer, Marcopolo, General Motors e Bosch. Como prêmio, Rafael Silveira Pires recebeu uma placa alusiva e anuidade gratuita de associados da SAE BRASIL.

 

Detalhes do projeto inscrito

 

No quesito de soluções inovadoras, Rafael Pires foi responsável pela elaboração do programa de testes para a realização de 45 homologações do programa MAR-I de emissões. A meta do jovem engenheiro era reduzir de maneira eficiente o tempo total das homologações dos motores.

 

Devido ao trabalho de Rafael Pires, a FPT Industrial conseguiu atender todas as demandas de datas dos testes de homologação, eliminando a necessidade de aportes de recursos externos da empresa. A redução das horas foi prova do aumento de eficiência dos processos internos de engenharia aliado à qualidade elevada das medições necessárias para as homologações.

 

“O trabalho do Rafael Pires se destacou porque ele é um engenheiro da FPT Industrial com um know-how extremamente específico, com conhecimento especializado de testes de motores em laboratórios de emissões. Essa complexidade é difícil de ser encontrada no mercado. O nível de conhecimento precisa ser elevado, e Rafael é prova de que os profissionais da FPT Industrial possuem conhecimentos elevados sobre combustão e calibração de motores diesel”, reconhece Evandro da Cruz, responsável pela Área de Calibração e Aplicação dos motores da FPT na América Latina.