MM Editorial | ZF vence o primeiro Prêmio Sorocaba de Inovação
12376
single,single-post,postid-12376,single-format-standard,mkd-core-1.0.3,ajax_fade,page_not_loaded,,mkd-theme-ver-1.4.1,smooth_scroll,wpb-js-composer js-comp-ver-4.7.4,vc_responsive
 
4066

17 nov ZF vence o primeiro Prêmio Sorocaba de Inovação

 

  • Projeto de limpeza a laser de ferramentas aplicadas na fabricação de transmissões foi premiado na categoria de Empresas de Grande Porte.

 

  • A escolha da ZF se deu por meio de três fases: avaliação do projeto escrito, apresentação presencial e, por fim, uma votação online aberta ao público.

 

  • A limpeza a laser reduz os custos de manutenção e aumenta a vida útil das ferramentas, tornando o processo industrial da ZF mais competitivo.

 

A ZF venceu ontem (16/11) a primeira edição do Prêmio Sorocaba de Inovação na categoria de Empresas de Grande Porte. O prêmio foi idealizado e organizado pelo Parque Tecnológico de Sorocaba, e recebeu um total de 45 inscrições de empresas da região. Por meio de votação online, a ZF foi a preferida pela criação de um novo processo de limpeza de ferramentas a laser CBN, aplicado em componentes de transmissões para veículos comerciais e máquinas agrícolas e de construção. Estiveram presentes na cerimônia de entrega cerca de 450 pessoas, entre empreendedores, executivos, representantes do poder público e academia, bem como demais representantes do ecossistema nacional de inovação.

 

Quarenta e cinco empresas da região metropolitana de Sorocaba participaram da disputa pelo Prêmio. Ao todo foram sete categorias: startups; microempreendedores; empresas de grande porte; comércio e serviços; universidades; micro, pequenas e médias empresas; e Inovação Social. O processo de avaliação contou com três fases. A primeira foi uma avaliação remota e individual realizada pelos membros da Comissão Julgadora do Prêmio. Em seguida, houve a avaliação presencial em outubro, quando representantes da ZF, já na condição de semifinalistas, fizeram uma apresentação para a Comissão. Por último, houve a votação online, aberta ao público em geral no site do Prêmio.

 

 

 

O novo processo de limpeza a laser de ferramentas CBN (Nitreto Cúbico de Boro) foi criado pelos colaboradores da área de Engenharia de Processos da Planta 1 da empresa em Sorocaba (SP). São impactadas pela nova iniciativa cerca de 80 ferramentas, usadas em máquinas retificadoras para acabamento nos dentes das engrenagens e eixos dentados de transmissões leves, médias e pesadas, entre elas a Ecolite, Ecomid, Ecosplit, AS Tronic Lite, AS Tronic, e também em eixos e transmissões agrícolas e de construção.

 

 

 

Antes da implantação do novo processo, as ferramentas eram utilizadas na produção e, após alcançar a sua vida útil, recebiam uma nova cobertura de CBN. Agora, com o novo processo de limpeza a laser, a ferramenta pode retornar para a máquina, pois a vida útil é prolongada em 50%, cortando o custo da “recobertura”, sem afetar a produtividade da fábrica. Tal processo de limpeza leva 5 minutos.

 

 

 

Além de reduzir os custos de manutenção das ferramentas frente aos processos tradicionais, a solução da ZF entrega uma limpeza perfeita, pois o laser interage somente com o metal depositado na superfície das ferramentas, sem causar danos em suas estruturas.

 

 

 

O novo processo consumiu três anos de pesquisas e testes, feitos em parceria com a Welle Laser, e requer uma metodologia própria devido ao alto nível de excelência obtido para a aplicação do laser.

 

 

 

Essa inovação foi criada pela ZF em parceria com a Welle Laser, pois não existia no mercado uma solução que limpasse as ferramentas sem afetar suas estruturas. Caso esse procedimento seja aplicado em todo o Grupo ZF, há o potencial de se obter uma economia de dois milhões de euros por ano”, finaliza Alexandre Brito, Gerente de Engenharia de Processos e Produção da ZF.